quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Sporting TV ou Sporting na TV


A ideia já foi lançada por Rui Calafate (se o homem político me levanta algumas dúvidas, o sportinguista acerta quase sempre nos seus raciocínios - o que me leva a dizer que está ali o melhor director de comunicação para o Sporting). Se não há dinheiro para construir um canal de TV de raiz (como fez o Benfica), se não há dinheiro para comprar um já existente (como fez o Porto), porque não “alugar” espaço num canal já existente, um desses canais com poucas audiências a precisar urgentemente de espectadores.

Mal ou bem, existem inúmeros canais que veriam no Sporting a tábua de salvação para a sua sobrevivência. Era um negócio onde todos ganhariam, especialmente os adeptos do clube e os gestores financeiros do canal escolhido. Nem tinha de ser tudo feito de uma vez. Podia começar por algumas horas num dia do fim-de-semana e crescer progressivamente à medida da capacidade de retorno do próprio investimento. Se não resultasse…paciência, o prejuízo seria bem menor do que o valor que o Benfica deposita diariamente na conta da PT para estar no Meo (ou será que é mais uma daquelas permutas imaginárias?).

É certo que nunca seria uma Sporting TV, pelo menos não no nome. Mas seria-a de facto e isso é a única coisa que interessa. Preferiria mil vezes poucas horas de excelente programação num espaço que não tem o nome do clube a uma tv ordinária e entediante com 24 horas de emissão diária. É que o objectivo é comunicar com os adeptos e não mostrar aos “amigos” que se tem um canal com o nome do clube. Já várias vezes escrevi neste blog que se for para termos algo aproximado ao Benfica TV, mais vale que o projecto não passe do papel, pois “aquilo” é tudo menos um canal de televisão. Colocar amadores em frente a câmaras de tv a debitar conteúdos programáticos da agenda política da direcção é tão interessante como o PCP criar um canal que só passa as suas intervenções na Assembleia da Republica, comentado por jovens de gorro, barba “guevara” e charro na boca da juventude comunista.

Em resumo, aplaudo a ideia de Calafate, esperando ver na direcção o ressoar prático de mais uma excelente alternativa, em tudo elogiosa de uma capacidade criativa de fazer “mais com menos”.

Até breve.

6 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  2. sim porque foi o SCP que foi atrás da SAD, da academia, do novo estádio, do futsal... enfim...os ridículos adeptos benfiquistas...

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  4. Peço desculpa ao anónimo que respondeu ao comentário de um adepto benfiquista, a sua resposta ficou sem sentindo, mas permitirei apenas comentários de outras cores clubísticas quando, e apenas quando, se materializarem com opiniões construtivas e desprovidas de clubite. Mas para que os visados não fiquem sem resposta, acrescento que o primeiro clube a debater a ideia em Portugal foi o Sporting, se bem me lembro por alturas da inauguração do novo Estádio em 2003 e por influência do encontro com o clube convidado o Manchester United, que é unânime, tem a melhor TV de clube existente.

    ResponderEliminar
  5. Não tem nada a ver , mas...
    http://clix.expresso.pt/antigo-jogador-desmente-eusebio=f691384

    ResponderEliminar
  6. Violino: para quando uma actualização das arbitragens?

    ResponderEliminar