domingo, 6 de março de 2011

O debate de frases feitas

O que podia ter sido um debate de ideias, foi, talvez pelo número muito elevado de candidatos, uma sucessão de debitanço de frases feitas de campanha, algumas até de conteúdo duvidoso. Não houve grandes surpresas, mas houve correcção e talvez até um pouco de cavalheirismo desnecessário, só quebrado pela impetuosidade de BC que soube (melhor que ZB) atirar algumas criticas a GL. Mas como não existiu quase nenhum contraditório, a análise individual fará muito mais sentido.

Bruno Carvalho
Quer ser uma espécie de oposição a Godinho Lopes o que lhe pode sair caro, se o candidato do sistema começar a cair nas preferências de voto...conseguiria no máximo uma "boleia" do candidato vencedor, o que aliás penso quer acontecerá mais tarde ou mais cedo. Boa presença, boa articulação de ideias, falhou tal como outros nas eternas "cartas" por jogar e nos "timings que sou eu que decido"...clichés de quem está muito atrasado na entrega dos trabalhos de casa. Irá manter a sua base de apoio.

Dias Ferreira
Ninguém como ele domina o estúdio de televisão e foi com BC as imagens mais carismáticas e inspiradoras de liderança e confiança. O conteúdo do seu discurso pode não convencer os mais exigentes e informados mas é coerente e sobretudo limpo de demagogia de campanha. Conseguiu descolar-se do rótulo de continuidade e também deve ter conquistado muitos votos ao ser o único com o uma ideia clara daquilo que quer para o futebol. Irá subir bastante nas sondagens.

Godinho Lopes
Foi talvez a pior prestação mediática até hoje. Muito nervoso, muito contido. Parece claramente um homem escolhido pelos restantes membros da direcção de JEB para servir de "mascara" ao real posicionamento da sua lista. Cometeu várias imprecisões e nunca mostrou "nervo" para contra-atacar. Penso que será um fraco líder para o clube, uma testa de ferro para gente que teve vergonha de se apresentar aos sócios. Farta-se (e farta-me) de dizer que é competente e vencedor e que tem a dupla que vencedora no Sporting. Realidade fantasista que foi desmontada (na competência por BC e no sucesso por ZB). Um vencedor competente não precisa de estar constantemente a afirmá-lo, parece que está a convencer-se mais do que a convencer outros...e bem que precisa, porque a julgar pelo seu passado(...) Deve perder bastantes apoiantes.

Zeferino Boal
O homem tem boas intenções, gabe-se a coragem e Sportinguismo, mas está longe do protótipo de presidente que o clube precisa. Esteve crítico de GL e DF, mas nem sempre claro no quer para o clube. Deve perder um pouco a sua margem de votos.

Pedro Baltazar
Foi um pouco a desilusão da noite. Fez uso de um ar blasé para disfarçar o seu desconforto em frente às câmaras e vai pagar caro por isso. Muitos votos saíram pela janela com a afirmação sobre a viabilidade do futsal. Eu entendi que tem ideias, porventura é a candidatura mais estruturada e viável, mas o seu líder apresentou-se errático e com pouca disponibilidade para a "luta pelo voto". Vai perder um pouco a subida que apresentava nas sondagens de voto.

Abrantes Mendes
Apresentou-se como o paladino da verdade e da paixão pelo Sporting. Para mim é o exemplo acabado do dirigente do passado. Mal informado, mal preparado, muito lírico, com um discurso cheio de "nadas", que nos enche de música e demagogia. O futuro pertence a quem tem ideias inovadoras e não boas intenções. Deve ter mantido a sua base de apoio e quiça conquistado alguns votos nos sócios mais antigos.

Deixei para o final as pérolas do debate.
- Aparentemente GL defende que o próximo treinador deverá sair de países com treinadores vencedores na Europa, afirmou que Espanha, Holanda e França (ou Italia não estou certo) ...e desvalorizou a Inglaterra, ao que prontamente BC apontou a súbita mudança depois de GL ter tentado contratar Martin O´Neill.
- DF defendeu-se da responsabilidade do negócio Rijkaard nos anos 80 ao afirmar que tinha o contrato redigido e foi Jorge Gonçalves que o rasgou inviabilizando a permanência do Holandês no plantel.
-O valor das vendas dos jogadores que Carlos Freitas adquiriu por 70 milhões de euros foi...5 milhões de euros afirmou ZB. A ser verdade lá se foi mais um mito...
- GL reúne-se com o arquitecto do Pavilhão, solicita encontros com JEB, com os credores do clube, o homem já está em funções?
-ZB quer um lar de idosos para ex-atletas, vai sentar-se no banco nos jogos e ainda afirma ter mais uma vantagem: ser sócio dos árbitros. (é preciso dizer mais...?)
-BC promete contratar 8 ou 9 jogadores de classe, só não disse de que tipo de classe.
-GL afirmou ser "duro a negociar" o que colocou todos os outros candidatos a sorrir imediatamente. Certamente a derrapagem gigantesca no valor de construção do estádio se deve a esta "grande dureza".

O meu voto continua por decidir, mas agora por apenas 2 candidaturas.
Até breve.

2 comentários:

  1. Finalmente vai surgir um verdadeiro candidato ao Sporting Clube de Portugal.
    A alternativa que tanto se aclamava pelo universo Sportinguista, poderá estar, sem duvida, neste candidato.
    Vejam e deliciem-se:

    http://www.youtube.com/watch?v=bHg98-vXTb4

    ResponderEliminar
  2. Olá! Eu também sou um adepto sportinguista, tendo também um blogue: gostava que este blogue o divulgasse, eu farei o mesmo!

    Clube dos Lagartos clubedoslagartos.blogspot.com

    ResponderEliminar